Maternidade da Santa Casa de Guaíra passará por reformas

21/07/2021

Inaugurada há mais de quarenta anos, em 1979, a Maternidade da Santa Casa de Guaíra passará por profundas transformações. Assim como a UTI, Unidade de Terapia Intensiva, que começou a funcionar dentro do hospital, de forma inédita, no início deste mês; a nova  maternidade será uma das mais modernas da região. Os recursos iniciais, de R$ 350 mil, foram conquistados pelo executivo guairense junto ao governo do estado, por meio de emenda parlamentar do deputado estadual Roberto Engler.

Desde a eclosão da pandemia, em março de  2020, a maternidade, que funcionava no andar térreo da Santa Casa, foi obrigada a transferir seus leitos provisoriamente para o primeiro andar do hospital para dar lugar ao “Gripário” criado para atender os doentes de Covid-19. Com a reforma anunciada, a Maternidade da Santa Casa voltará a ter um espaço exclusivo e dedicado; inclusive com suas instalações – entre as quais, o berçário – mais próximas do Centro Cirúrgico; o que tornará todo o atendimento mais ágil.

A nova maternidade é precedida de uma revolução na estrutura de atendimento do hospital guairense. Além da UTI, entregue em junho e em operação desde o início deste mês, o  hospital também inaugurou um moderno Centro de Diagnóstico, a partir da aquisição de  um tomógrafo de última geração, possuiu  usina própria  de oxigênio, elevou o padrão dos quartos individuais e também instalou uma de usina de energia solar para abastecer suas instalações.

Foto: Google