Misturar Pfizer e AstraZeneca é extremamente seguro e eficaz, diz infectologista

14/09/2021

O intercâmbio entre as vacinas da AstraZeneca e da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19 é “extremamente seguro e eficaz”, afirma a infectologista Mirian Dal Ben, do Hospital Sírio Libanês, em entrevista à CNN.

Ambos os imunizantes seguem o esquema vacinal em duas doses. Aplicar a primeira dose da vacina da AstraZeneca e a segunda da Pfizer/BioNTech, ou vice-versa, seria possível, diz a especialista.

Na cidade de São Paulo, por exemplo, cerca de 340 mil pessoas estão com a aplicação da segunda dose da AstraZeneca atrasada, justamente pela falta de doses. Com isso, a prefeitura começa nesta segunda-feira (13) a usar o imunizante da Pfizer para completar a imunização desse público.

“Já existem trabalhos no Reino Unido, Alemanha e Espanha que mostram que fazer essa mistura é extremamente segura e eficaz. Para ficarmos protegidos da variante Delta, é importante ter as duas doses da vacina, seja com as duas de AstraZeneca, com as duas da Pfizer ou com uma de cada”, diz a médica.

Além disso, a especialista afirma que é melhor que os idosos, especialmente aqueles com mais de 70 anos, que tomaram as duas doses da Coronavac no início do ano, tomem a terceira dose da Pfizer.

“Embora a Coronavac seja uma vacina muito boa e que tenha salvado muita gente no Brasil, ela tem uma eficácia menor que a da Pfizer.”

Fonte: CNN Brasil